TODOS OS HOMENS SÃO MAUS

“…o mal reside em mim” (Rm 7.21).

Ontem vimos, em quase todos os telejornais, o deputado Brunelli, filho do apóstolo Doriel de Oliveira, fundador da igreja Casa da Benção, com sede nacional em Brasília, recebendo RECUR$O de Durval; e, depois, na companhia de outro deputado, pediu para orar; e, na sua oração agradeceu o RECUR$O e a bênção da existência do Durval; agradeceu ao Senhor pela “força que ele [Durval] deu”; e, por fim, pediu ao Senhor que aquele RECUR$O desse a eles o poder de vencer seus algozes. O que mais me assombrou é que Brunelli começou sua oração clamando pelo sangue de Jesus, dizendo: “Somos falhos, mas o teu sangue nos purifica de todo o mal”. Sinistro!

É, meus amigos, não existe esse negócio de “homens bons” de um lado e “homens maus” do outro. Todos os homens são maus (Rm 3.23). Alguns, é claro, vivem sob as bênçãos do arrependimento (mudança de mente, de caráter); arrependimento que decorre apenas da consciência que Deus dá da vileza de seus corações. Essa consciência incita no homem uma busca pelo bem que ele por si só não pode alcançar. Por causa disso, Calvino disse que “somos obrigados a olhar para cima, não só para que, em jejum e famintos, busquemos o que nos falta, mas também para, despertados pelo temor, aprendermos a humildade”; em contrapartida, outros homens parecem que são completamente destituídos de qualquer consciência do mal, e por isso, às vezes, dão a impressão de que nunca verão a maldade de seus corações. Por causa disso, Calvino disse que “é necessário que a consciência de cada um seja tocada pela infelicidade” (Institutas 1.1.1).

6 comentários sobre “TODOS OS HOMENS SÃO MAUS

  1. Consciência… Uma palavra que ganha mais significado após conhecermos Deus mais de perto. A ponto de ela nos impedir (antes) de fazermos besteiras… Às vezes.Mas orar agradecendo por uma propina já recebe outro nome: cara-de-pau. A pessoa tenta se justificar do erro e sair limpinha disso em pleno ato. E isso acontece de forma pública para piorar ainda mais a imagem que muitos tem dos evangélicos… Infelizmente, estão certos em alguns casos, e eu até concordo que devem ser expostos. Tudo isso suscita muitas questões… Mas teremos tempo e espaço em outros posts. Peço a Deus que ilumine esses homens que usam o nome de Jesus para uma propina, que trabalhe em seus corações… mas nos nossos também, para quem em nossa fraqueza não cometamos a mesma falha, contando com ao força d'Ele.

  2. Jonas,muito obrigado pela lembrança de que nunca conseguiremos alcançar os padrões divinos à parte do evangelho; e que este, de fato, transforma vidas, jamais sendo motivo para a licenciosidade que vemos nesses vídeos.Abs.,Tiago AbdallaP.S.: sou amigo do Éder Marques e estive umas duas vezes no grupo de estudos que vcs fizeram sobre Bultmann e Cullmann.

  3. Olá Tiago! Quanto tempo, ein? Como estás? Te vi, de longe, na formatura do Éder!Pois é, meu amigo, não dá para ver esse episódio e ficar quieto… Depois disso ainda tem crente que ainda insiste em querer um presidente da república evangélico! Um absurdo! A gente precisa é de políticos e presidentes com ética, senso de justiça, amor pelo bem, consciência do mal e etc.Bom, nesse próximo semestre vamos estudar o “Filosofia e Cosmovisão”, do W. L. Craig e J. P. Moreland. E você é sempre bem-vindo, Tiago!Um forte abraço! Jonas

  4. Oi, Jonas! Comigo tudo jóia, graças a Deus! Pois é, já faz um tempinho mesmo!Falando em formatura, parabéns pelo discurso! Tocou em pontos importantes que sempre precisam ser refletidos por aqueles que aspiram e exercem o ministério.Quanto à política, concordo em gênero, número e grau. Ano passado, falei sobre essas questões com os jovens de minha igreja, não é a confissão religiosa que determina a competência de um bom político, mas sim, seu caráter e compromisso na promoção do bem daqueles que ele lidera. Se tivéssemos políticos cristãos como Wilberforce ou Kuyper, seria algo muito bom. Mas, como não há nenhum compromisso ético da parte dos líderes “evangélicos” nem uma busca pelos interesses do povo como um todo (apenas pelos interesses dos membros de sua denominação), acho prejudicial a presença deles no poder, tanto para o testemunho cristão quanto para o bem-estar da nação.Postei um texto sobre essa questão lá no meu blog e está no monergismo, também:http://tiagoabdalla.blogspot.com/2008/01/tica-crist-numa-poca-de-relativismo.htmlhttp://www.monergismo.com/textos/etica_crista/etica-crista-politica_tiago.pdfMuito obrigado pelo convite do grupo de estudo! Foi bem bacana o tempo com vocês no ano passado!Deus o abençoe!Grande abraço!Tiago Abdalla

  5. Jonas,Parabéns pelo Blog.Seus posts são de altíssima qualidade.Em tempo, Dê uma espiadinha no meu post acerca deste assunto: A Oração da PropinaFica na Paz!!!!Marilene

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s